Postagens Recentes.

terça-feira, 31 de março de 2015

Unhas stiletto!!!



Olá, tudo bom com vocês???

Estou querendo mudar meu estilo de unhas, percebo que as laterais quebram com muita facilidade, eu as uso quadrada, e to pensando seriamente em mudar,  andei pesquisando, vendo umas imagens e estou me apaixonando pelas unhas stiletto, acho muito estilosas e autenticas! Se inspirem ai!!! 




















(Imagens: Reprodução)

Meninas elas são muito meu estilo e estou me apaixonando cada vez mais!!!

Bjins

terça-feira, 24 de março de 2015

"Um telefone toca num fim de tarde, começo de noite . . .


(Imagem: Reprodução)


* Alô?
* Pronto.
Ele: - Voz estranha... Gripada?
Ela: - Faringite.
Ele: - Deve ser o sereno. No mínimo tá saindo todas as noites pra badalar.
Ela: - E se estivesse? Algum problema?
Ele: - Não, imagina! Agora, você é uma mulher livre.
Ela: - E você? Sua voz também está diferente. Faringite?
Ele: - Constipado.
Ela: - Constipado? Você nunca usou esta palavra na vida.
Ele: - A gente aprende.
Ela: - Tá vendo? A separação serviu para alguma coisa.
Ele: - Viver sozinho é bom. A gente cresce.
Ela: - Você sempre viveu sozinho. Até quando casado só fez o que quis.
Ele: - Maldade sua, pois deixei de lado várias coisas quando a gente se casou.
Ela: - Evidente! Só faltava você continuar rebolando nas discotecas com as amigas.
Ele: - Já você não abriu mão de nada. Não deixou de ver novela, passear no shopping,
comprar jóias, conversar ao telefone com as amigas durante horas.

. . . Silêncio . . .

Ela: - Comprar jóias? De onde você tirou essa idéia? A única coisa que comprei
em quinze anos de casamento foi um par de brincos.
Ele: - Quinze anos? Pensei que fosse bem menos.
Ela: - A memória dos homens é um caso de polícia!
Ele: - Mas conversar com as amigas no telefone ...
Ela: - Solidão, meu caro, cansaço ... Trabalhar fora, cuidar das crianças e ainda
preparar o jantar para o HERÓI que chega à noite... Convenhamos, não chega a
ser uma roda-gigante de emoções ...
Ele: - Você nunca reclamou disso.
Ela: - E você me perguntou alguma vez?
Ele: - Lá vem você de novo... As poucas coisas que eu achava que estavam certas...
Isso também era errado!?
Ela: - Evidente, a gente não conversava nunca ...
Ele: - Faltou diálogo, é isso? Na hora, ninguém fala nada. Aparece um impasse e
as mulheres não reclamam. Depois, dizem que Faltou diálogo.
As mulheres são de Marte !
Ela: - E vocês são de Saturno!

. . . Silêncio . . .

Ele: - E aí, como vai a vida?
Ela: - Nunca estive tão bem. Livre para pensar, ninguém pra Me dizer o que devo fazer ...
Ele: - E isso é bom?
Ela: - Pense o que quiser, mas quinze anos de jornada são de enlouquecer qualquer uma.
Ele: - Eu nunca fui autoritário!
Ela: - Também nunca foi compreensivo!
Ele: - Jamais dei a entender que era perfeito. Tenho minhas limitações como qualquer
mortal ...
Ela: - Limitado e omisso como qualquer mortal.
Ele: - Você nunca foi irônica.
Ela: - Isso a gente aprende também.
Ele: - Eu sempre te apoiei.
Ela: - Lógico. Se não me engano foi no segundo mês de casamento que você lavou a
única louça da tua vida. Um apoio inestimável ... Sinceramente, eu não sei o
que faria sem você? Ou você acha que fazer vinte caipirinhas numa tarde para um
bando de marmanjos que assistem ao jogo da Copa do Mundo era realmente
o meu grande objetivo na vida ?
Ele: - Do que você está falando?
Ela: - Ah, não lembra?
Ele: - Ana, eu detesto futebol.
Ela: - Ana!? Esqueceu meu nome também? Alexandre, você ficou louco?
Ele: - Alexandre? Meu nome é Ronaldo!

. . . Silêncio . . .

Ele: - De onde está falando?
Ela: - 2578 9922
Ele: - Não é o 2578 9222?
Ela: - Não.
Ele: - Ah, desculpe, foi engano.

Depois de um tempo ambos caem na gargalhada.

Ele: Quer dizer que você faz uma ótima caipirinha, hein?
Ela: - Modéstia à parte... Mas não gosto, prefiro vinho tinto.
Ele: - Mesmo? Vinho é a minha bebida preferida!
Ela: - E detesta futebol?
Ele: - Deus me livre... 22 caras correndo atrás de uma bola... Acho ridículo!
Ela: - Bem, você me dá licença, mas eu vou preparar o jantar.
Ele: - Que pena... O meu já está pronto. Risoto, minha especialidade!
Ela: - Mentira! É o meu prato predileto...
Ele: - Mesmo! Bem, a porção dá pra dois, e estou abrindo um Chianti também.
Você não gostaria de...
Ela: - Adoraria!

Ele dá o endereço.

... CUIDADO COM AS LINHAS CRUZADAS

Luís Fernando Veríssimo.

sábado, 21 de março de 2015

Pra quem gosta do outono!

(Imagem: Reprodução)


Amo

Amo o silêncio das tardes cinzas de outono
o desenho das aves gravados no céu,
amo andar por estes caminhos, entre árvores
a balançar na brisa que vem do mar...
Amo as horas paradas do tempo em
que o mundo parece ter estacionado numa praia,
onde as ondas fazem graça na areia branca.
Amo as tardes com suas aragens frias,
que buscam seu agasalho na alma,
amo o verde esperança das matas,
o azul pacífico das inquietas águas,
a natureza de tantas cores da ilha,
as mil cores imaginadas e vividas,
cores de doçura e de força,
numa prece que é pura natureza.

Sonia Schmorantz

quinta-feira, 19 de março de 2015

Dica simples pra por fim em pontas ressecadas e duplas de uma vez só!

(Imagem: Reprodução)

Oiii, tudo bom com vocês???

hoje vim falar algo que resolveu o ressecamento e pontas duplas do meu cabelo, que é misto e ondulado, mas eu o uso liso, recorro a progressiva, chapinha e secador, por ter a raiz oleosa, lavo dia sim dia não, e isso estava deixando minhas pontas uma palha, duplas, ressecadas, quebradiças e porosas, eu ainda invento de clarear... Aí já viu ne???

Virou o ó, e comecei a tentar de tudo pra salvar, comecei a fazer tratamento com máscaras toda a semana, tomar vitaminas, ( minhas unhas estão finalmente fortes, vou fazer uma postagem contando tudo!) melhorou pouco o aspecto, então percebi o cabelo de minha irmã, ela tem o mesmo tipo de cabelo do meu e cuida do mesmo jeito,  estava sem tintura e seu cabelos estavam lindos da raiz as pontas, quando perguntei sobre as pontas ela me falou o que eu estava cansada de ler por aí, ela não passa chapinha nas pontas, resolvi tentar e minhas pontas mudaram da água para o vinho em poucos dias, estou cortando a tintura, e continuo com os tratamentos, depois vou falar deles também, e as pontas estão lindas, saudáveis e com aspecto natural, é uma dica simples, tão simples que não damos importância, mas é a que realmente resolve, só usar bons produtos e fazer hidratações semanalmente não adianta se passamos a chapinha nas pontas, elas são frágeis e se quebram, danificam e ressecam com facilidade, testem não passar a chapinha nas pontas e só modelar com o secador, vão adorar o resultado!

Bjins!

quarta-feira, 18 de março de 2015

Prazer, Deyse!

Imagem: Reprodução.

Olá!!!!

Como sabem tive uma perda e com essa pessoa foi também a vontade de escrever, e ao voltar 2 anos depois eu pensei " sobre o que vou escrever? Mudei tanto nesse tempo." com a pergunta veio a resposta, vou me reapresentar, contar o que passei e o que aprendi enquanto estive fora, como quando vamos visitar alguém querido que mora longe e queremos contar tudo, por o papo em dia sabe.

Então, sempre tive problemas com meus sentimentos, era negativa, mal humorada, ranzinza, estressada, me sentia inferior, achava que tinha que controlar tudo e isso me deixava com um vazio enorme, era tão ingrata com a reciprocidade, não percebia que cada pessoa tem seu jeito de demostrar sentimentos e gratidão, isso me frustrava, com a dor da perda comecei a repensar sobre como estava vivendo minha vida, há mais ou menos um ano tive o que chamo de "estalo" e decidir mudar, decidi ser mais positiva, deixar pra trás tudo que não me fazia sentir bem, não custava tentar, ser como sempre fui não estava dando certo mesmo, não tinha nada a perder, hoje vejo que eu era minha pior inimiga, eu criava meus próprios demônios, temos uma queda pelo melodramático e auto-vitimização que é uma forma de chamar a atenção, mas não podemos deixar isso tomar conta, pois toma proporções inimagináveis, e depois que perdi meu pai me sentia profundamente desacreditada em tudo, foi traumático, tinha que mudar ou não sei bem que rumo ai tomar.

Realmente o papo de as coisas mudam quando você muda é verdadeiro, perdemos tempo olhando só lado ruim das coisas e não temos tempo para ver as coisas boas que acontecem ao nosso redor, eu me empenhei verdadeiramente nessa mudança, corri atrás do meu, como ele sempre me ensinou, me ajudei, pois só eu podia fazer isso, e tudo como num passe de mágica mudou, me relacionamento voltou a ser o namoro adolescente do inicio, as pessoas ao meu redor também mudaram, ficaram perto de mim as que queriam me ver bem e se distanciaram as que "gostavam" do meu jeito antigo, só sei que a minha vida se transformou, virou de avesso e foi ótimo, e isso foi obra unicamente minha, o modo como me sinto depende somente de mim e de mais ninguém, eu decido o que carregar e o que excluir, não é balela, fiz, e hoje tenho paz, e a paz traz felicidade, procuro sempre ver o lado bom das coisas, e só sofro por aquilo que é trágico, me policio sempre e tenho uma dica, se minha mente começa a me sabotar coloco músicas que me põem pra cima, assisto uma boa comédia ou vários capítulos de uma das séries que acompanho, vou jogar, brinco com minha gata, faço coisas que mantém minha mente ocupada e feliz, rapidinho essas idéias passam e volto a ser do jeito que estou amando ser, mais positiva!

Ahhhh também perdi 15 kg na minha nova fase... Mais isso fica pra outra postagem!

Bjins

terça-feira, 17 de março de 2015

E 2 anos depois... Voltei!

(Imagem: Reprodução)


Então, depois de 2 anos estou voltando, sim!!!

Perdi a vontade de escrever depois de perder uma das pessoas que mais me incentivou a criar algo para expor minhas ideias, mas com a ajuda e incentivo de outra (maridão) vou voltar com tudo para um hobbie que sempre gostei.

E como as coisas mudam, pretendo escrever sobre coisas diferentes do que escrevia, perdi fobias de uma vida, olho com novos olhos, outros ângulos, aprendi e aprendi, sou quase uma nova pessoa, vou ter que me apresentar de novo rs.

Mas mantive minha essência, quem que conhece me reconhecerá sempre!

Bem é isso, entro em novo contato em breve, bem breve...


quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Mitologia Grega: PROMETEU E O FOGO SAGRADO.


Prometeu sempre teve um pendor para as artes plásticas. Seu pai era o velho Japeto, um dos titãs, cuja origem se perde na noite dos tempos. Era tão velho que emparelhava em idade com Cronos, o pai de Zeus, e ninguém sabia precisar direito como e de onde surgira.
O fato é que o velho sempre nutrira uma admiração secreta por seu habilidoso filho.
— Este Prometeu promete! — dizia, repetindo pela milésima vez esse cansativo trocadilho.
Ásia, esposa de Japeto, escutava pacientemente os prognósticos do marido, mas não podia deixar de concordar com o seu otimismo. Não raras vezes flagrara o menino metido no barro, modelando com habilidade seres das mais diversas formas. Com o tempo Prometeu cresceu, até atingir a fase adulta. Agora, já com seu ateliê montado, era respeitado em toda a corte celestial como notável artífice. Um dia chegou um mensageiro todo-poderoso à sua porta, dizendo:
— Prometeu, Zeus decidiu criar um novo ser sobre a Terra, de tal modo importante que há de se assemelhar em tudo aos próprios deuses.
"Um deus de segunda categoria? Para quê?", perguntou o artista a si mesmo.
Prometeu, entretanto, não opinava sobre as tarefas que recebia, mas procurava tão somente cumpri-las da melhor maneira possível. Assim sendo, aceitou imediatamente a incumbência. No mesmo dia encerrou-se em sua oficina, depois de colocar um aviso bem grande na porta destinado a afastar os importunos. Esta criação, bem o sabia, estava destinada a ser a sua obra-prima, e por esta razão decidiu caprichar ao máximo na sua elaboração. Depois de trabalhar por vários dias, deu enfim por concluída a tarefa. Embrulhou a imagem do novo ser, que batizou de "Homem", e já a ia levando para que Atena, a sabedoria divina, lhe insuflasse a alma, quando esbarrou acidentalmente na porta, deixando cair a peça ao chão. Abalado com o desastre, Prometeu retirou o lençol que envolvia o trabalho e viu que sua criatura perdera uma de suas três maravilhosas pernas.
— Que desastre lamentável! — exclamou, desconsolado.
Mas, como estivesse muito apressado — pois a data da entrega da obra já havia expirado há vários dias —, resolveu levá-la assim mesmo, com duas pernas apenas. A perna do meio, contudo, perdera-se para sempre, ficando em seu lugar apenas uma pequena saliência, que o deus, por descuido, havia esquecido. Mesmo assim, lá foi ele, orgulhoso, com sua obra-prima.
Todos os deuses foram unânimes em aplaudir a sua criação. Os elogios eram como uma chuva benfazeja, de tal modo que Prometeu tomou-se mais ainda de amores por sua obra. Decidido, porém, a fazer daquela criatura um ser privilegiado, Prometeu decidiu subir até os céus e roubar ao carro do sol uma pequena chama.
— Veja! — disse ele a Atena. — Com o domínio deste fogo o homem será superior a todas as demais criaturas!
Os descendentes deste primeiro homem, no entanto, logo entraram em desavença com o pai supremo, Zeus — como acontece com todo bom filho Zeus, encolerizado, decidiu puni-los retirando dos homens o fogo, que lhes dava o calor necessário aos seus corpos desprovidos de penas ou de um pêlo espesso. Deste modo o homem também ficava privado do elemento fundamental para que pudesse continuar a fabricar suas armas e ferramentas. As forjas silenciaram em todo o mundo, e durante algum tempo as bigornas e os martelos estiveram momentaneamente pacificados. Quando a noite descia sobre a Terra, as pessoas corriam a se envolver em suas peles, buscando o abrigo das suas cavernas geladas e escuras. Sem o fogo para cozinhar os alimentos, tiveram também os homens de retroceder ao hábito de comer
alimentos crus.
Prometeu, vendo que o ser que saíra de suas mãos padecia de incríveis sofrimentos sem indagar da causa que o levara a este lamentável estado, decidiu roubar outra vez aos céus uma fagulha do divino elemento.
— Cuidado, pense duas vezes antes de afrontar novamente a ira divina! -disse-lhe Atena em tom de advertência.
Prometeu, no entanto, surdo aos avisos da deusa, preferiu correr o risco. Aproveitando o escuro da noite, enrolou-se num manto e subiu aos céus, até onde o Sol repousava de sua longa viagem. Aproximando-se pé ante pé, puxou das vestes um tição apagado e o acendeu nas costas do astro, que dormia a sono solto. Tapando com a mão a minúscula chama, veio de volta à Terra. Antes que o dia
amanhecesse outra vez, uma imensa fogueira ardia bem no centro da Terra, onde os homens, felizes, foram recolher o fogo bendito para esquentar seus corpos e fabricar outra vez suas armas e utensílios.
Mas Zeus, ao saber do fato, irou-se de vez.
— Aquele maldito intrometido saiu outra vez em defesa de seus protegidos! — disse o deus, puxando os cabelos. — Mas desta vez seu ultraje não ficará sem resposta!
No mesmo dia ordenou que aprisionassem Prometeu a um rochedo no Cáucaso.
— Quero que ele esteja para sempre preso àquela pedra! — exclamou Zeus, furioso.
Ordenou ainda que soltassem sobre a região um terrível abutre, cuja degradante função seria a de devorar incansavelmente o fígado de Prometeu.
Assim se fez. Em menos de um dia Prometeu viu-se acorrentado ao imenso rochedo, enquanto um abutre de hora em hora descia para lhe comer o fígado. Nem bem a ave nojenta terminava sua tarefa, o fígado de Prometeu reconstituía-se milagrosamente, fazendo com que a ave insaciável retomasse a sua função, tornando deste modo infinito o suplício do pobre amigo dos homens.
Durante muitos anos Prometeu esteve submetido a essa horrenda tortura, quando um dia uma voz cavernosa ecoou sobre sua cabeça:
— Aprendeu agora a lição, Prometeu?
O filho de Japeto, no entanto, virou o rosto, em sinal de desprezo. Zeus tentou ainda comprar-lhe o silêncio, prometendo que o libertaria de seu suplício caso ele se comprometesse a esconder dos homens o segredo da obtenção do fogo. Prometeu, mais uma vez, recusou-se a responder, pois ele não cedia nem a ameaças nem a ofertas.
Mas seu castigo, afinal, teve fim um dia. Hércules, filho de Zeus, numa de suas inúmeras aventuras acabou matando o abutre que torturava de modo tão cruel o pobre Prometeu. Depois, já ia o herói arrancando-o de suas correntes quando a voz de Zeus soou:
— Isto é impossível que se faça! — disse Zeus, embora já se mostrasse disposto a perdoar o infeliz Prometeu. — Uma vez que eu afirmei que ele jamais se separaria deste rochedo, assim terá de ser até o final dos tempos.
Hércules, sem poder ir contra a vontade do próprio pai, já se dispunha a abandonar Prometeu no rochedo, quando este, sentindo voltar toda a sua anterior esperteza, disse assim ao seu algoz:
— Tenho uma solução que talvez resolverá meu problema — disse ele a seu libertador,
sem voltar os olhos para Zeus, mantendo com relação a ele o seu silêncio digno e ofendido.
Afinal, depois de ter o fígado roído por milhares de anos por uma ave pestilenta, não é da noite
para o dia que se pode simplesmente fazer as pazes com o mandante de uma tal atrocidade. — Rompa os elos de minhas correntes e faça com um pequeno pedaço dele um anel — disse Prometeu a Hércules.
Hércules assim o fez. Em instantes fabricou um pequeno e elegante anel.
— Ótimo! — disse Prometeu.
Depois, arrancando do grande rochedo uma minúscula partícula, soldou-a ao anel.
— Pronto! — disse Prometeu. — Agora permanecerei de qualquer modo sempre preso a
este maldito rochedo.
Zeus, admirando secretamente a inteligência da vítima, preferiu silenciar e encerrar de uma vez a longa disputa. Prometeu, por sua vez, concluía assim a segunda e mais importante lição aos homens: a de que nunca deveriam curvar-se à prepotência de ninguém.
A lição quanto ao uso do fogo, entretanto, teve, inegavelmente, muito maior aceitação.



Imagens: Reprodução.
Texto: as 100 melhores histórias da mitologia grega.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

E na minha Wish List: Tênis cano médio!!!


(Imagens: Reprodução)

Oiii meninas tudo bem???

Eu ando babando em tênis cano médio, são tão descolados e deixam os looks super fashions!!!

Olhem que gracinhas!!!


(Amei esse!!!)


(Esses All Star estão show!!!)




(Amei!!!)



(Que gracinha!!!)


(Amei esse demais!!!)


(Amei cada um dos quatro!!!)


Ai meninas gostam desse tipo de tênis???

Eu to amado e desejando ter um para chamar de meu!!!

Bjins

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Não Acredite em Algo

(Imagens e texto: Reprodução)

Bom dia meninas, vamos começar a semana com um texto de reflexão???

Eu adoro pois nos faz pensar e questionar a nos mesmo...

Não acredite em algo.

Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.


Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.


Não acredite em algo simplesmente porque esta escrito em seus livros religiosos.


Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.


Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.


Mas depois de muita análise e observação, se você vê que algo concorda com a razão, e que conduz ao bem e beneficio de todos, aceite-o e viva-o.


(Buda)

Que seja uma ótima semana pra todos nos!!!

Bjins

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Street Style: Blazer nude e shorts jeans!

(Imagem: Reprodução)

Oi meninas tudo bem???

Achei esse look lindinho, bem decolado e fashion, o blazer quebrou a descontração do short, o short tirou o peso serio no blazer, achei bem equilibrado e sofisticado!!!

Gostaram meninas???

Bjins

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Feliz dia mundial da câimbra!!!

(Imagens: Reprodução)

Oiiii meninas desculpe a ausência, estou tentando colocar as coisas em ordem e voltar com tudo para o blog.

Hoje é um dia muito especial e gostoso kkkk, dia mundial do orgasmo, e eu escolhi uma musica de uma banda que amo, suas letras são cheias de más intenções, mas se prestar a atenção também tem alguma cultura e um grito de indignação por partes de uma população que não se importa com coisas serias e um governo corrupto!!!

Vejam!

Sexo
Ultraje a Rigor

Sexo!
Sexo!
Como é que eu fico sem Sexo?
Eu quero Sexo! Me dá Sexo!

Hoje vai passar um filme na TV
Que eu já vi no cinema
Êpa! Mutilaram o filme
Cortaram uma cena...

E só porque
Aparecia uma coisa
Que todo mundo conhece
Se não conhece
Ainda vai conhecer
E não tem nada de mais
Se a gente nasceu
Com uma vontade
Que nunca se satisfaz
Verdadeiro perigo
Na mente dos boçais...

Corri pr'o quarto
Acendi a luz
Olhei no espelho
O meu tava lá
Ainda bem
Que eu não tô na TV
Senão ia ter que cortar...

Ui!
Sexo!
Como é que eu fico sem Sexo?
Eu quero Sexo! Me dá Sexo!
Sexo!
Como é que eu fico sem Sexo?
Eu quero Sexo! Vem cá Sexo!

Bom! Vá lá, vai ver
Que é pelas crianças
Mas quem essa besta pensa
Que é prá decidir?
Depois aprende por aí
Que nem eu aprendi...

Tão distorcido
Que é uma sorte eu não
Ser pervertido
Voltei prá sala
Vou ver o jornal
Quem sabe me deixam
Ver a situação geral
E é eleição, é inflação
Corrupção e como tem ladrão
E assassino e terrorista
E a guerra espacial
Socorro!...

Eu quero Sexo! Me dá Sexo!
Como é que eu fico sem Sexo?
Sexo!
Me dá Sexo! Me dá Sexo!
Eu quero Sexo!

Sexo! Eu quero Sexo!
Como é que eu fico sem Sexo?
Me dá Sexo! Me dá Sexo!
Eu quero Sexo!
Como é que eu fico sem Sexo?
Sexo!

Sexo! Eu quero Sexo!
Como é que eu fico sem Sexo?
Vem cá Sexo! Senta Sexo!
Vem cá Sexo! Me dá Sexo!
Solta Sexo!


Gostam dessa musica dos meninos (senhores) do Ultraje??? Eu amo todas as letras que falam coisas serias com uma pegada de sacanagem!!!

Bjins.